Você está na página:

Projeto Minhocário

SUGESTÃO DE PROJETO PARA SER APLICADO AO TRABALHAR O LIVRO:
"SAMIRA, A MINHOCA DE SORTE"



1)Resumo:

A partir do livro “Samira, a minhoca de sorte” podemos desenvolver projetos voltados para a Natureza. Através das Referências Curriculares para a Educação Infantil e o Programa Curricular do Fundamental I, trabalharemos o projeto Minhocário focando o valor da minhoca pela sua efetiva contribuição para o enriquecimento do solo, ressaltando suas características físicas, sua alimentação, seus hábitos de vivência, sua reprodução e sua grande utilidade ao devolver o húmus à terra, deixando-a em excelentes condições para o desenvolvimento da plantação.

2)Público Alvo:

Alunos da última fase da Educação Infantil e alunos do primeiro e segundo anos do Ensino Fundamental I.

3) Duração:

Dependendo da faixa etária dos três grupos de alunos citados acima e do interesse da classe, o projeto pode durar de duas a oito semanas.

4) Justificativa:

    Este projeto tem o intuito de despertar nos alunos o interesse pela preservação da Natureza, a sensibilizá-los em relação ao tratamento dos animais de jardim e horta, conhecendo com detalhes um tipo de anelídeo – a minhoca – sua importância para a terra e para a plantação.

5) Objetivo Geral:

     Fazer um minhocário grande de um metro quadrado de área por quarenta centímetros de altura para que caiba um litro de minhocas. Ou minhocários individuais, tamanho de uma caixa de sorvete, onde cada criança tem o seu. A caixa não deve ser muito pequena para serem colocadas 3 a 4 minhocas e facilitar a observação da produção de húmus.

6) Objetivos Específicos:

A) Conhecer os passos para ser feito o minhocário. (O livro citado acima tem essas informações)

B) Saber como tratar a terra com adubos adequados e naturais como o húmus.

C) Ter cuidados permanentes com a variação do tempo deixando-o em local arejado, ao abrigo do sol e da chuva.

D) Observar a quantidade de água a ser colocada no minhocário.

E) Manter higiene em volta do minhocário (varrer e lavar). São cuidados indispensáveis para que as pragas existentes no ar, não interfiram na produção do húmus.

F) Observar que o húmus é a devolução ao solo do resto digestivo (excremento) da minhoca.

G)Observar que não pode faltar alimento para as minhocas (restos de cascas de legumes e frutas, assim como folhas e flores secas).

H)Ter consciência da importância da minhoca para as nossas plantações pois o húmus fornece alimentação constante para as plantas e contém substâncias químicas que aumentam a capacidade imunológica da planta.

I)Reconhecer o húmus como matéria orgânica em decomposição que é a terra vegetal, rica em elementos nutritivos.

J)Aprender o método de como separar o húmus das minhocas.

7) Estratégias e Desenvolvimento:

     Trabalhando a interdisciplinaridade em qualquer uma das séries em que o projeto for aplicado, o professor deve seguir dosando as atividades propostas conforme o nível de interesse da turma. Como a Natureza tem grande importância no dia a dia das crianças, a pesquisa e a observação dos minhocários tornam-se ricas estratégias para ampliar as questões que estão sendo estudadas.

Este projeto poderá ser trabalhado através de incentivo aos alunos para o estudo do anelídeo em questão. Exemplos:

• Contação da história: “Samira, a minhoca de sorte” como ponto de partida para o tema a ser estudado. Pode também ser apresentada à criança outras técnicas como fantoches, gravuras ou dedoches.

• Observação: alguém levar uma minhoquinha na hora das novidades. Cada aluno terá sua vez para perguntar ou explicar algo que sabe sobre a minhoca, desenvolvendo a linguagem oral e enriquecendo o vocabulário, respeitando a sua vez de falar.

• Música: para os alunos da Educação Infantil, a música da Minhoca é um eixo que trabalha a expressão facial e corporal, imitando sua locomoção e a integração social treinando diversas formas de movimento como: andar, correr, pular, rastejar, nadar, distinguindo as diferenças e semelhanças entre os animais, anelídeos e as pessoas.

• Habilidades manuais: os trabalhos de pintura à guache, modelagem e recorte e colagem com diversos materiais são perfeitos para transmitirem a aprendizagem que a criança teve. Unindo à criatividade, a criança fixa o nome das diferentes cores e identifica diferentes texturas.

• Jogos como a corrida ao minhocário conforme capa do livro “Samira, a minhoca de sorte” leva a criança a expressar suas emoções, sensações e pensamentos, aprendendo a respeitar seu colega e a sua vez de jogar.

• Linguagem oral e escrita: na construção do texto coletivo, os alunos vão construindo conforme o que cada um pode contribuir para que tenhamos as principais informações aprendidas ficando expostas no blocão numa das paredes da classe.

• Matemática: podemos desenvolver o pensamento lógico, construindo conceitos matemáticos: maior e menor, alto e baixo, igual e diferente. Fixar os numerais, classificação e sequenciar, conforme o ano que a turma se encontra.

8) Avaliação:

     A avaliação deve buscar entender o processo de aprendizagem de cada criança e a significação que cada trabalho comporta.

     A observação do grupo, além de diária e constante, deve fazer parte de uma atitude sistemática do professor dentro do seu espaço de trabalho.


Professora:

“Um dos maiores bens da humanidade ainda é a inocência das crianças.”

Vera Lúcia Sarette Seléto de Souza 
 

Telefone: (19) 99746.2174
E-mail: escritoralivrosinfantis@gmail.com

  Design: www.precisouachou.com.br

©Copyright 2011 - VERA SELETO - Todos os direitos reservados.