Você está na página:

Projeto Pequenos Zootecnistas

SUGESTÃO DE PROJETO PARA SER APLICADO AO TRABALHAR O LIVRO:
"SAMIRA ENCONTRA SAMIR"



1)Resumo:

Com este projeto, pretende-se conhecer mais profundamente o anelídeo “minhoca”. Sua utilidade, suas características, grupo de animais o qual pertence, seu habitat, sua alimentação, como se locomovem, como é seu corpo, sua anatomia e a importância do dejeto da minhoca - o húmus. E mais, o tipo de solo que as minhocas vivem: úmido ou seco? O motivo dos túneis que fazem na terra, seu tempo de vida e o inicio da fase adulta. Uma vez sendo hermafroditas, conhecer como acontece a reprodução e o nascimento das minhoquinhas.

2)Público Alvo:

Alunos do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental I.

3) Duração:

Quatro a seis semanas.

4) Justificativa:

Como sugestão para ser trabalhado este projeto podemos indicar o livro “Samira encontra Samir” que aborda um tema de interesse dos alunos na faixa etária de 9 a 10 anos de idade, já no final do Ensino Fundamental I.

5) Objetivo Geral:

O motivo maior deste projeto é esclarecer aos alunos as questões que estão em aberto sobre o ciclo de vida da minhoca, incentivando-os à pesquisa como “jovens zootecnistas”. Durante todo o projeto estará presente o interesse pela preservação da Natureza, sensibilizando os alunos em relação à extinção animal.

6) Objetivos Específicos:

• Saber a que categoria dos animais invertebrados pertence a minhoca e por quê?
• Conhecer as características da minhoca, sua anatomia (órgãos internos), como se locomovem, seu tempo de vida.
• Reconhecer sua utilidade na agricultura, na culinária, na ecologia, na farmacêutica, na geologia e na arqueologia.
• Oportunizar o conhecimento sobre a importância do húmus em seus vários aspectos. • Incitar o saber sobre seu habitat – tipo de solo em que vivem.
• Explicar a utilidade dos túneis que as minhocas fazem na terra.
• Pesquisar sobre sua alimentação.
• Estimular à pesquisa sobre o início da fase adulta, como acontece a reprodução sendo hermafroditas, sobre a copulação, sobre o nascimento das minhoquinhas.
• Imaginar e desvendar o que é minhocultura.
• Fomentar a preservação dos animais e do meio ambiente.
• Valorizar a participação dos alunos nas atividades artísticas referentes ao tema que envolvam: desenho, pintura, música, conto, poesias, esquete e outros trabalhos pertinentes ao tema.

7) Eixos temáticos:

Linguagem, Matemática, Ciências, História, Geografia, Natureza, Artes, Música.

8) Estratégias:

• Escrever no papel pardo uma série de questões, ditadas pelos alunos, sobre o tema em estudo, feitas no decorrer do projeto.
• Fichas com informações sobre o tema que está sendo estudado.
• Leitura compartilhada das fichas acima, a cada dia explorando um assunto sobre o anelídeo: minhoca.
• Interpretação escrita sobre o tema que mais lhe chamou atenção.
• Observações trazidas pelo professor sobre o que mais mobilizou sua turma, em termos de curiosidade científica.
• Trazer conteúdos de outras áreas curriculares: história, geografia, ciências, matemática, educação física, música, artes como objeto de leitura e discussão.
• Relato oral: momento reservado às noticias que mais chamaram a atenção das crianças, na semana.
• Sistematizar as aprendizagens da semana: o que sabíamos? O que aprendemos? O que queremos aprender mais?
• “Brincar por brincar” as crianças se organizam em pequenos grupos. A professora observa seus alunos e registra essas observações, que ajudarão a professora a planejar outras atividades a partir de um maior conhecimento sobre cada aluno.
• Fazendo arte – pode ser um momento de autoria de cada criança, por meio de sua expressão verbal ou plástica ou sonora.
• Reservar um momento para as descobertas sobre o tema “minhoca” junto a internet. Anotar para relatar na hora da conversa.
• Leitura diária feita pelo professor. História em capítulos ou fábulas ou crônicas ou poemas enfatizando a sonoridade.
• Leitores influenciando leitores: crianças escolhem suas próprias leituras e depois conversam com os colegas sobre o que leram.
• Momento (das crianças e do professor) de convidar um profissional especializado – um zootecnista – para ir à escola ter uma conversa com os alunos mostrando toda a anatomia da minhoca e responder algumas perguntas.
• Convite para alguém da família que possa adicionar o saber sobre o tema “minhoca”: contar uma história, fazer uma receita culinária, cantar com as crianças, fazer uma brincadeira da sua época, uma dinâmica, uma curiosidade sobre o anelídeo. São os saberes sendo compartilhados pela família com os alunos.

9) Habilidades:

• Os alunos terão uma visão interdisciplinar porque os assuntos percorreram as diferentes áreas do conhecimento, de forma interligada.
• Perceberam e relataram os cuidados necessários à preservação da vida desses animais e do ambiente que eles vivem.

10) Culminância:

Sugiro uma visita a um laboratório de Zootecnia onde as crianças possam assistir, de um profissional da área, dissecar uma minhoca para observarem o “passo a passo” de sua anatomia. Diante do rico trabalho desenvolvido, também posso sugerir uma bela exposição dos trabalhos dos alunos, assim como a participação de todos numa feira de ciências organizada pela escola, sobre este tema.

11) Avaliação:

A avaliação acontece diariamente, para que não perca nenhuma anotação que comprove o aproveitamento ou não de determinada área do conhecimento pelo aluno, do início ao fim do projeto.

Telefone: (19) 99746.2174
E-mail: escritoralivrosinfantis@gmail.com

  Design: www.precisouachou.com.br

©Copyright 2011 - VERA SELETO - Todos os direitos reservados.